Carregando...

0 Localizações encontrados perto de você

    Encontre uma aula

    Não podemos ver nenhum resultado para essa pesquisa. Dica: tente usar o nome da cidade mais próxima.

    Todas as Aulas
    Voltar para o mapa

    Nenhum resultado

    Não podemos ver nenhum resultado para essa pesquisa. Dica: tente usar o nome da cidade mais próxima.

    Insights Publicos

    Por que as pessoas escolhem uma aula de ciclismo indoor?

    Pesquisas recentes na indústria fitness revelaram uma série de insights importantes sobre o consumidor para o segmento de ciclismo indoor de rápido crescimento. Nós nos aprofundamos nas descobertas e exploramos como as academias podem capitalizar seus estúdios de ciclismo.

    Les Mills Brazil

    Resumo de 60 segundos:

    • Uma nova pesquisa descobriu que os professores são os maiores influenciadores individuais na decisão de um praticante de uma aula de ciclismo indoor.
    • A qualidade do equipamento, a qualidade da música e a qualidade do estúdio são os maiores influenciadores, nessa ordem.
    • As aulas virtuais continuam a crescer em popularidade, com mais de um quarto dos participantes (26%) frequentando regularmente as aulas virtuais de ciclismo indoor.

    O que leva as pessoas a comparecerem para uma aula de ciclismo indoor? É a decoração do estúdio? A música? Ou as batidas do chão?

    Sem dúvida, todos eles desempenham um grande papel, mas uma nova pesquisa da indústria revelou que na verdade o professor é o maior influenciador na participação em aulas de ciclismo indoor.

    Uma colaboração da Riding Higher junto ao Instituto de Pesquisa ukactive e em parceria com as Stages Cycling, reuniu dados de 400 participantes de ciclismo indoor e professores para descobrir tendências e preferências dos consumidores na categoria.

    “Como o mundo do ciclismo indoor continua a crescer e surpreende a todos com sua popularidade, estamos ansiosos para obter ainda mais insights sobre esta pesquisa”, Como o mundo do ciclismo indoor continua a crescer e surpreende a todos com sua popularidade, estamos ansiosos para obter ainda mais insights sobre esta pesquisa.

    “Esperávamos que isso pudesse nos proporcionar, e à indústria como um todo, informações valiosas para nos permitir continuar a desafiar nosso pensamento coletivo. Nosso objetivo é que as experiências de estúdio de amanhã excedam o que acreditamos ser possível hoje.”

    growth cycle

    Várias pesquisas recentes mostraram que o ciclismo indoor é a categoria de classe mais popular entre os alunos. As descobertas da Pesquisa Global de Fitness do Consumidor de Les Mills de 2019 (abrangendo 12.163 consumidores de fitness em 22 países) indicam que 20% do mercado global de fitness está atualmente fazendo ou consideraria fazer aulas de ciclismo indoor.

    Enquanto isso, o recente relatório Moving Communities: Active Leisure Trends 2018 do DataHub e ukactive conclui que as aulas de Ciclismo Indoor lideram nas academias, respondendo por 13% do total de participações em exercícios em grupo no último ano.

    Como resultado, o ciclismo indoor tem sido destacado como uma categoria de crescimento com significativo potencial latente, particularmente para academias tradicionais que buscam atrair membros mais jovens e batalhar contra as boutiques.

    Então, o que mais podemos aprender sobre como ganhar novos alunos com ciclismo indoor? Aqui estão cinco principais conclusões do relatório Stages Riding Higher:

    1) PROFESSORES SÃO TUDO

    Apesar dos avanços significativos no design de equipamentos e estúdios nos últimos anos, ter um professor rockstar ainda é o mais eficaz para as academias preencherem seus estúdios de ginástica *. Em média, os alunos classificaram a qualidade do professor em 4,7 de 5 em termos da sua influência na escolha da turma, com as mulheres a atribuir uma importância ligeiramente maior do que os homens.

    No geral, 79% dos ciclistas disseram que o professor era “extremamente importante” para eles ao decidir em que aula iriam participar, destacando a importância de ter especialistas altamente treinados liderando a solução cycle da academia.

    *Os entrevistados não foram questionados se a qualidade do programa influencia sua decisão de participar de uma aula, embora pesquisas anteriores tenham indicado que este também é um fator importante.

    2) As bikes fazem uma grande diferença

    A qualidade do equipamento ficou em segundo lugar nas razões para participar da aulas de cycle indoor.

    Esse fator foi particularmente importante para os ciclistas que frequentam as aulas com mais frequência (três ou mais vezes por semana) em comparação com aqueles que frequentavam com menor frequência (uma vez por semana ou menos).

    Especificamente, os participantes da turma regular mostraram um maior interesse no equipamento, com a pontuação média para a importância da ‘Capacidade de ver as métricas pessoais na console da bike’ aumentando conforme a frequência das aulas.

    Os praticantes achavam que ter suas métricas em sua própria bike era importante, mais do que tê-las na tela na frente da sala. Destes, o poder (watts) foi considerado a métrica mais útil para os pilotos avaliarem seu desempenho, enquanto dois terços dos pilotos disseram que usaram algum tipo de plataforma on-line adicional para monitorar seu progresso fora da aula.

    3) Ciclismo virtual está ganhando terreno

    O relatório constatou que as aulas virtuais continuam a crescer em popularidade, com mais de um quarto dos entrevistados (26%) frequentando regularmente as aulas virtuais de ciclismo indoor. As mulheres eram menos propensas a frequentar as aulas virtuais, com 82% frequentando apenas as aulas ministradas por professor, em comparação com 63% dos homens.

    Entre aqueles que não frequentam as aulas virtuais, 46% disseram que isso ocorreu porque eles consideram a presença de um professor na sala uma parte fundamental da experiência do cycle indoor. Mais de um terço (35%) disseram que não ter acesso às aulas virtuais foi o principal motivo para pará-los, enquanto 15% não consideram as aulas virtuais motivadoras o suficiente, e 12% simplesmente não as consideraram.

    4) A música ainda é importante

    Em uma época em que muitas academias estão debatendo a importância da música licenciada para melhorar a experiência de treino, parece que os participantes do ciclismo indoor dão grande ênfase à escuta do verdadeiro negócio.

    A qualidade da música foi classificada como o terceiro mais importante influenciador de frequência nas aulas de cycle indoor, alcançando uma pontuação média de 4.3 de 5. Isso variou significativamente entre gênero e demográfico: as mulheres classificaram o significado da música muito mais alto do que os homens, enquanto os participantes com idade entre 16 e 34 anos consideraram muito mais importante do que os com idades entre 55 e 74 anos. Isso sugere que as batidas recentes são um componente-chave para as academias que buscam atrair mulheres mais jovens para suas aulas de ciclismo.

    5) A captação é a chave

    O velho ditado de custo e conveniência, sendo os maiores impulsionadores para os alunos da academia, foi comprovado pela metade no relatório: 50% dos entrevistados disseram que gastam menos de 10 minutos até suas aulas, enquanto 92% gerenciam um trajeto em menos de 30 minutos.

    Os números sugerem que não importa o quão bom é o seu professsor, equipamento, música e design de estúdio – apenas 8% das pessoas estão dispostas a viajar mais de 30 minutos para participar de suas aulas.

    Para baixar o relatório completo, acesse: https://www.stagesindoorcycling.com/riding-higher-event

    Ansioso para desbloquear o poder do pedal? Saiba como investir no seu estúdio de cycle indoor:
    http://les-mills.rds.land/guia-cycle-sucess-guide-1

    Eager to unlock the power of the pedal?

    Calculate how much more your club could earn with a fully-firing cycle solution.

    DISCOVER HERE